Estação da Luz - São Paulo

Vista frontal da Estação da Luz com destaque para a Torre - São Paulo
Estação da Luz - São Paulo
Inaugurada em 1º de março de 1901, a Estação da Luz, inspirada no Big Ben e na Abadia de Westminter, é mais um dos cartões postais da cidade.
Ocupando um espaço de mais de 7 mil m² da região do Jardim da Luz, foi no passado a porta de entrada das mais eminentes figuras que por São Paulo passaram, desde empresários, intelectuais, políticos, diplomatas e reis.
Destaca-se também como a porta de entrada de vários movimentos migratórios que fazem parte da história do desenvolvimento exponencial da cidade de São Paulo.
Em 1982 o complexo arquitetônico da Estação da Luz foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico (Condephaat).
O projeto da estação foi do inglês Charles Henry Driver, em estilo gótico de arquitetura e estética vitoriana, suas estruturas (base para o acabamento em tijolos) foram desenvolvidas e importadas da Inglaterra.
Seu primeiro nome foi São Paulo Railway Station, e passou a ser denominada Estação da Luz após a Segunda Guerra Mundial. Hoje abriga também o Museu da Língua Portuguesa, desde 2000 e nas proximidades temos outros valiosos pontos de interesse da cidade, tais como, a Pinacoteca do Estado, a Estação Pinacoteca e a Estação Julio Prestes/Sala São Paulo.  
O gigante edifício foi ainda um dos símbolos do poder paulista durante a República do Café com Leite, pois era a rota principal de escoamento da produção cafeeira do Estado rumo ao Porto de Santos e marco zero na ferrovia paulistana.
Localização: Praça da Luz, 1, Luz, São Paulo
#saopaulo #descubrasampa #sp #sampa #sergiobrisola